Núcleo Wlademir Dias Pino

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Arquivos do Autor: Núcleo Wlademir Dias Pino

Nódoa no Brim Edição #55 | Março/2018

Aperitivos das Reminiscências do Pássaro Vim-Vim Este é um convite à leitura da produção de Natalino Ferreira Mendes (1924-2011), o historiador, poeta e educador cacerense que eternizou não apenas a historiografia local, mas a singular maneira de ver e sentir o espaço e os seus habitantes. Intentamos jogar os refletores sobre uma produção literária importante na difusão da… Leia mais »

Nódoa no Brim Edição #54 | Fevereiro/2018

O Vampiro de Curitiba Dalton Jérson Trevisan nasceu na cidade de Curitiba, Paraná, em 14 de junho de 1925. Discreto, não concede entrevistas ou frequenta órgãos de comunicação social. Por esse motivo, recebeu o epiteto de Vampiro de Curitiba. Trevisan é também respeitado no exterior e ovacionado com inúmeros prêmios no Brasil. Suas primeiras publicações foram em modestos… Leia mais »

Nódoa no Brim Edição #59 | Julho/2018

O Nascimento de um Sujeito Social Inaugural: A Multidão Perplexos assistimos ao retraimento de nossa democracia; sentimos diariamente a força do GOLPE em nossos corpos e vidas; permitimos o encarceramento de um preso político, que caso não tivesse sido tirado de cena, seria novamente presidente; ficamos incrédulos diante do inacreditável pedido de retorno da ditadura; observamos as forças… Leia mais »

Nódoa no Brim Edição #45 | Maio/2017

As águas correntezas no conto Olhos D’água, de Conceição Evaristo Inicio com a epígrafe acima por acreditar que esta vem ao encontro das imagens que saltam do conto Olhos D’água, de autoria de Conceição Evaristo. A narrativa, também título da obra, faz parte de uma coletânea de contos que denunciam e anunciam, tanto a resistência, quanto a falta… Leia mais »

Nódoa no Brim Edição #42 | Fevereiro/2017

Pai contra mãe: uma relíquia machadiana entre o literário e o não literário Sei da literatura do Rajastão e da teoria produzida sobre ela tanto quanto sei da física quântica aplicada aos anéis de saturno ou do metabolismo das bactérias que extraem sua energia do enxofre e não do oxigênio: praticamente nada. No entanto, assentado no conforto de… Leia mais »

Nódoa no Brim Edição #51 | Novembro/2017

SADE PERVERTIDO, ou quando o fetiche se volta contra o feticheiro Muitos leitores deste modesto ensaio já ouviram falar no nome de Sade ou, mais possivelmente, na expressão sadismo. Pois bem, posso garantir-lhes que a relação entre os termos, Sade/sadismo, é da mesma natureza que a relação entre o passado e a História. Sim, a História não existiria… Leia mais »