Nódoa no Brim Edição #10 | Maio/2014

Por | 21 de março de 2016
principal

Uma Poetisa em cena: Lucinda Persona

Lucinda Persona, paranaense radicada em Cuiabá, é poeta premiada nacionalmente e uma das mais importantes vozes líricas do cenário brasileiro contemporâneo. Pode-se ler sua poesia por vários caminhos. Entretanto, quando decidimos estudá-la mais a fundo,as questões que saltavam aos olhos eram a repetição de imagens e, relacionadas a elas, o tema da passagem do tempo e da finitude da matéria. Diante disso, a opção pelos caminhos críticos do Imaginário foi decisiva. Os estudos do Imaginário privilegiam uma abordagem que considera a razão e a imaginação como faculdades igualmente importantes da mente humana e que atuam concomitantemente no processo de criação, postulando que tudo o que é criado pelo ser humano conta com a participação não apenas do consciente, mas também do inconsciente pessoal e coletivo. A partir daí, a presença de imagens, símbolos, arquétipos e mitos são fundamentais numa obra.
Gilbert Durand, francês que se dedicou aos estudos da antropologia do Imaginário, ao se dar conta de que uma das importantes funções da poesia contemporânea é a de reanimar o arcano dos grandes mitos, criou um método de investigação para o texto poético baseado nas imagens que se repetem, que são obsessivas dentro da obra de um autor. Em Lucinda, imagens referentes aos móveis da casa, aos seres vivos, plantas e animais, ao corpo humano e às paisagens crepusculares, alinhavadas com a passagem do tempo (no seu aspecto sombrio e triste, ou, pelo contrário, no aspecto de celebração do instante, da vida que se manifesta) são os elementos que se repetem. Com uma investigação mais profunda, confirmou-se a hipótese da presença de deusas agrárias e do deus do tempo, Cronos. Nesta publicação nos deteremos apenas neste último.

Marta Cocco / UNEMAT

 

02

03

04

 

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Autor: Núcleo Wlademir Dias Pino

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *