Nódoa no Brim Edição #13 | Setembro/2014

Por | 21 de março de 2016
principal

O guardador de rebanhos

Seria mais um dia (ou noite) igual a tantos outros… Andaria pelas ruas e becos de Lisboa – no Chiado, ou no Rossio, ou na Baixa Pombalina. Não sem rumo certo e/ou de cabeça vazia. Porque sabia de olhos vedados, se assim os quisesse, o caminho – com seus sinais evidentes e ocultos – que diuturnamente o tem conduzido à cave ou bodega de que gostava.
Na adega do Abel Pereira da Fonseca era persona assídua. Diriam outros, exagerando, oblíqua. Porque lá seria um dos melhores refúgios onde tem deixado ou buscado suas figuras: Caeiro, Campos, Reis, ou ele mesmo. Ou todos ao mesmo tempo.
Sendo assim, não há exagero em conjecturar que Pessoa se fazia onipresente na taberna d’Abel. E, possivelmente, além de descrever seu itinerário fixo e móvel, seria capaz, se desafiado, de detalhar as feições de toda a gente que, como ele (ou eles), sempre por lá estava em busca ou oferta de “orgué” – que é o mesmo que animação ou “pulsão”.
Mas aquela noite (ou dia) não seria igual a tantas outras… Aquele era o “dia triunfal” de 8 de março de 1914. Para esse “dia” teria Pessoa, sob a persona de Caeiro, guardado inspiração para, num fluxo de gracilíssimo pensamento poético, presentear a humanidade com os poemas que compõem o ciclo do Guardador de Rebanhos.

Manoel Mourivaldo Santiago-Almeida (USP/CNPQ/FAPESP)

 

01

02

03

04

 

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Autor: Núcleo Wlademir Dias Pino

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *