Nódoa no Brim Edição #34 | Junho/2016

Por | 22 de julho de 2016
página 01

Luiz Ruffato: Na Seara da Literatura Realista Contemporânea

O escritor brasileiro Luiz Ruffato nasceu na cidade de Cataguases, Minas Gerais, em 1961. Filho de proletariados, iniciou sua trajetória trilhando os mesmos caminhos dos pais. Formou-se em Comunicação Social na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em 1981. Trabalhou em diversos jornais da cidade mineira e mudou-se para São Paulo em 1990, onde atuou no Jornal da Tarde.
Em 1998 Ruffato estreia na prosa com o livro de contos Histórias de Remorsos e Rancores; em 2000 publica Os sobreviventes, o qual fora menção especial do Prêmio Casa de las Américas; na sequência lança o livro Eles eram muitos Cavalos (2001), vencedor do Prêmio APCA de melhor romance de 2001 e do Prêmio Machado de Assis de Narrativa, da Fundação Biblioteca Nacional. Recentemente Luiz Ruffato e o tradutor de suas obras, Michael Kegler, receberam o prêmio internacional Hermann Hesse Preis pela obra Eles eram muitos Cavalos. Ruffato fora o primeiro brasileiro a receber este prêmio. Sobre a produção da obra, em 2001, durante entrevista no Programa Sempre um Papo, Luiz Ruffato afirmou: “era uma espécie de tentativa de exercício formal para eu escrever O inferno provisório”, o grande projeto do autor que retrata o cotidiano da classe média operária de meados ao final do século XX. Trata-se de uma pentalogia composta pelos romances: Mamma, Son Tanto Felice (2005), O Mundo Inimigo (2005), Vista Parcial da Noite (2006), O Livro das Impossibilidades (2008) e Domingo sem Deus (2011). Publicou ainda os livros: As máscaras singulares (poemas) e Os ases de Cataguases (2002), De mim já nem se lembra (2007; 2016), Estive em Lisboa e Lembrei de você (2009), entre outras. Suas obras estão sendo traduzidas e publicadas em diversas línguas.

Daniele Cristina da Silva (IFMT/PPGEL)

01

02

03

04

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Autor: Núcleo Wlademir Dias Pino

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

One thought on “Nódoa no Brim Edição #34 | Junho/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *