Nódoa no Brim Edição #38 | Outubro/2016

Por | 16 de dezembro de 2016
011

Romance Negro: Uma narrativa entre narradores

Procura-se, aqui, contrapor a forma idealizada por Edgar Allan Poe para o conto policial, ao texto de Rubem Fonseca. Acredita-se ser possível perceber em Fonseca uma evolução formal, fruto do hibridismo e transgressão ao modelo de Poe. Para tanto, usar-se-á como corpus de análise o conto Romance Negro, de Rubem Fonseca, publicado em obra homônima pela Companhia das Letras em 1992. Tem-se, como referencial teórico, o pensamento de T. Todorov, além de outros autores que contribuem para uma discussão sobre narrativa e conto. Romance Negro traz a história de John Landers, que assume a vida de um escritor, Peter Winner, depois descobre tratar-se de seu irmão gêmeo. Para assumir a identidade de Winner, Landers o mata. As revelações são feitas a Clotilde, mulher e editora de Winner/Landers durante um festival dedicado ao Roman Noir, em Grenoble. Como é característico da obra de Fonseca, Romance Negro tem uma linguagem forte, escatológica às vezes, recheada de humor, que serve como dispositivo para regular a tensão do texto.

Ewerton Rezer Gindri (PPGEL/UNEMAT)

cats

02

0304

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Autor: Núcleo Wlademir Dias Pino

O Núcleo Estudos da Literatura Wlademir Dias Pino foi criado pela Resolução n.180/2007 – CONEPE, em 07 de dezembro de 2007. Surgiu do grupo de pesquisa Estudos da Literatura de Mato Grosso, cadastrado no CNPq e liderado por Walnice Vilalva e Tieko Miyazaki.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *